Maldito Oscar!

Publicado: 31 de outubro de 2010 por Bill em Tudo Mais
Tags:, ,

The Hurt Locker estreou no Festival de Veneza há dois anos. Ninguém deu bola. Era um filme ruim. E é.

O que fez The Hurt Locker ganhar o oscar foi o mesmo que fez o presidente Luiz Inacio Lula da Silva ganhar as eleições em 2002: Sua antítese FHC. No caso do filme de Kathryn Bigelow essa antítese foi seu próprio ex-marido James Cameron.

Quando vi Avatar pela primeira vez saí com um zumbido na cabeça. Algo está errado. O que eu acabei de ver? Não. Não é possível. Conheço a filmografia de Cameron e sou seu fã. Mas não estava preparado para Avatar. Estava esperando uma espécie de Transformers com inteligência, boa dose de ação e uma direção arrebatadora. Mas como uma surpresa pode ser tão milagrosamente agradável não? Assim que as luzes se acenderam perguntei a uma amiga: Você já assistiu Danças Com Lobos? Ela disse: não. Eu respondi: Sim. Só que em outro planeta e lá os Sioux são azuis.

Grata surpresa. Esperava ver um filme pipoca e vi. Só que com um quadro no qual o plano ao fundo era recheado de cores vibrantes de Libertação dos Povos Oprimidos e Yes, We Can. A diferença entre Avatar e Dances With Wolves é justamente aquilo que o fez ser tão desprezado pela Academia quanto o que nutria Marlon Brando pela mesma. Seu final feliz. No belissimo filme de Kevin Costner o destino dos Sioux é a morte. Inevitável e violenta. O filme retrata o passado. Ora nós evoluimos não é mesmo? Avatar mostra que não. Mostra uma face horrível da humanidade. A mesma que está atrás do petróleo iraquiano hoje. Opa, isso não pode. E é aí que de The Hurt Locker entra. Um filme em que os seres humanos não são os bandidos invadindo uma terra alheia nem os mocinhos são os inimigos. Não. Em THL os iraquianos maus colocam bombas em criancinhas. Isso te faz lembrar de algo?

Academia não pode premiar um filme que tem como bandeira o respeito ao meio ambiente e a identidade dos povos (onde estará o American Way Of Life?). O repudio a ganancia e a ambição. Pilares do Capitalismo. Não na maior bilheteria da história. Seria o mesmo que o Parlamento estadunidense condecorar Che Guevara. Não. O lugar de Cameron é ao lado de Michael Moore. O que os fará fritar os miolos é o fato de Cameron não parecer ter a mesma predileção ao ostracismo quanto o comunista Coppola e ter a mesma capacidade inata de vender quanto George Lucas. Hollywood terá que engolir o indigesto James Cameron porque ela é a azeitona mais cara do seu refinado prato.



bill, o que ele faz? Faz História na Universidade de Brasília, é além de historiador, professor marxista, entusiasta da vida, doutor em ciências ocultas, mestre em astrologia satânica, missionário de Nosso Senhor Nosso, frequentador do HPAP, flamenguista, cinéfilo, sagitariano, um tanto afeminado, otaku, amante fervoroso, adepto de todo tipo de filia, alcóolatra assumido e apaixonado pela arte do questionamento, um comunista. Tonto, divertido y dulce. Ξέρω ότι δεν ξέρω τίποτα, em outras palavras: boa noite bill!

Anúncios

Comente! Quebre as leis!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s