Respostas na Sombra

Publicado: 30 de julho de 2013 por Bill em A Vida
Tags:

Sofro…

Vejo envasado em desespero e lama

Todo o antigo fulgor, que tive na alma boa

Abandona-me a glória; a ambição me atraiçoa;

Que fazer, para ser como os felizes?

– Ama!

Amei… Mas tive a cruz, os cravos, a coroa

De espinhos, e o desdém que humilha, e a dó que infama;

Calcinou-me a irrisão na destruidora chama;

Padeço!

Que fazer, para ser bom?

– Perdoa!

Perdoei…

Mas outra vez, sobre o perdão e a prece,

Tive o opróbrio;

e outra vez, sobre a piedade, a injúria;

Desvairo!

Que fazer, para o consolo?

– Esquece!

Mas lembro… Em sangue e fel, o coração me escorre:

Ranjo os dentes, remordo os punhos, rujo em fúria…

Odeio!

Que fazer, para a vingança?

– Morre!

flor_morrendo

Morro…

O.B.

Anúncios

Comente! Quebre as leis!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s