ARTIGO: Desculpe-me, mas você é um inocente útil

Publicado: 19 de novembro de 2013 por Bill em Tudo Mais

A inocência não tão inocente da política do umbigo torto

Vejo alguns amigos dizendo: “Então quer dizer que ser a favor da prisão de Genoíno e Dirceu faz de mim um filhote da ditadura, um reacionário ou um membro da  classe média merda?”.

Não necessariamente, mas faz de você um inocente útil.

Todos temos o direito de não gostar de alguém e não votar nesse alguém, ser mais de esquerda ou de direita. Particularmente nunca votei em Genoíno ou Zé Dirceu e nunca concordei com as suas posições, como a ampliação do leque de alianças do PT defendida por eles, onde cabe gente como Maluf e Sarney.

O que não temos o direito é de dizer: “Ele não provou sua inocência”, quando qualquer um sabe que na democracia, na lei,  cabe ao acusador “provar a acusação”.

O que não pode é fingir que não vê as fotos e histórias sobre o Genoíno, que está na “política” há 40 anos e…

Ver o post original 800 mais palavras

Anúncios

Comente! Quebre as leis!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s